A máfia da blogosfera
04
Ago 09
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 12:11link do post

A democracia portuguesa, na sua essência, é apenas uma portentosa e onerosa fábrica legislativa. O Parlamento nacional dá-se ao luxo de legislar as mais pequenas e irrelevantes situações. Tudo, claro, para nosso bem.

Se já é problemático que os deputados tenham uma tamanha febre por escrever leizinhas inúteis, pior é quando as leis criadas são puro lixo. Ou porque são manifestamente contrárias àquilo que é o espírito de um regime democrático, de um país livre (como a lei do sal do pão, para dar um exemplo recente); ou porque simplesmente são inexequíveis ou se revelam redondos fracassos na prática (caso dos vários diplomas «polémicos» na área da educação).
O Presidente da República, num fim de legislatura, tem dezenas de diplomas para analisar e ainda não há fim à vista. É realmente preciso legislar menos e legislar melhor. Ou isso, ou isto.

Caro Tiago,

Eu propunha uma modificação da Lei Eleitoral que proíbisse cidadãos com formação em Direito de concorrer a cargos legislativos. A situação resolvia-se num instante!
Carlos Duarte a 4 de Agosto de 2009 às 14:22

Eu sou contra a proibição de candidaturas. Penso que não há nenhum cidadão a quem possa ser vedado o acesso aos cargos de poder. Se a população não quer advogados no Parlamento, vota contra eles através do voto preferencial que defendo.

Caro Tiago,

Espero que tenha sido óbvio que eu não estava a falar a sério! ;)

No entanto, acredito piamente que um dos graves problemas com as nossas leis é que são, de facto, escritas por pessoas formadas em direito, o que acaba por as tornar pouco legíveis ao comum cidadão.
Carlos Duarte a 5 de Agosto de 2009 às 15:14

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar