A máfia da blogosfera
29
Jun 09
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 14:30link do post | comentar

A lógica é, então, esta: Portugal não está a fazer uma boa execução do QREN, mas como os outros também não, não há problema. Não, caro Paulo Ferreira, ainda não funciona desse modo.

O facto de Portugal ser o 4º - até podia ser o 1º - na taxa de execução, por si só, não significa que esteja a fazer bem. Significa apenas que os outros estão a fazer pior. Nesta questão em particular não é honesto falar em contradição de Paulo Rangel, pois não houve nenhuma. A crítica é muito acertada, até porque, se é verdade que os outros fazem pior aproveitamento, é também verdade que a nossa situação é muito particular. O actual QREN foi um presente da Comissão, um último, para que descolássemos, depois de anos e anos a aproveitar mal aquilo que nos chegava - tão mal, que dos quatro da coesão somos o pior na actualidade. Não é bom brincar com esta situação, que é muito mais grave do que a generalidade pensa.


Caro João Galamba; apesar de tudo, fazia-o um bocadinho mais honesto e inteligente.

A primeira frase diz tudo sobre o seu modo de pensar: "(...) rangel e melo falaram do tema como se este governo tivesse falhado quando antes tal não acontecia."

Leia lá isso que escreveu mais uma ou duas vezes (mas com olhos de ler). Reconstrua lá a frase como deve ser e veja bem que o "problema" (a existir) está unicamente dentro da sua cabeça.

Se precisa de ajuda, diga.

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar