A máfia da blogosfera
06
Mar 09
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 18:52link do post

Uma volta pela blogosfera permitiu-me ler algumas opiniões que não estão assim tão desencontradas da minha.

 

Miguel Marujo, no Cibertúlia:

 

«La Palisse não escreveria melhor título, passe a presunção. Note-se: sou a favor do casamento gay. Mas por isso mesmo não entendo que se dêem os mesmos direitos (apenas estes, nunca os deveres) às uniões de facto como se estas fossem casamentos. Quer dizer: volta e meia tenho amigos que dizem que não estão para se casarem, que ninguém tem nada a ver com isso. Mas depois trepam às paredes quando lhes dizem que, se assim é, não podem ter os mesmos direitos. Querem direitos? Casem-se* porra!

 

* heteros, homos, como quiserem, mas casem-se.»

 

 

Daniela Major, no Câmara dos Lordes:

 

«Não percebo porque razão a Esquerda quer regular as uniões de facto. Se as pessoas vivem em união de facto é porque não querem ter uma relação regulamentada pelo Estado (a não ser nos casos dos homossexuais). Se quiserem assumir uma relação com direitos e deveres então casam-se. Esta mania do Estado meter o nariz em tudo, cada vez me irrita mais.»

 

 

António de Almeida, no Direito de Opinião:

 

«O melhor mesmo é cada um na sua, caso venha a ser aprovada a idiotice socialista de regular aquilo que é do foro privado. Sei do que falo, já vivi em união de facto por não querer precisamente assumir compromisso, terminando sem consequências quando entendi ter expirado o prazo de validade da relação. Cartão único, chip automóvel, uniões de facto, se não tivermos cautela caminhamos para a escravidão. Deixem-nos em paz!»


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar