A máfia da blogosfera
07
Ago 09
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 16:19link do post | comentar

Tal como o Senhor Polomar, também acho as entrevistas da Laurinda um espanto. Sim, há ironia aqui. As perguntas parecem aquelas que uma criança tola faria, quando confrontada com um velho barbudo. Não conheço Vasco Pulido Valente, mas ao ler a entrevista, cheguei a meio e senti-me solidário com o senhor, cujo tédio era mais que óbvio. Isto tudo e ainda não tinha lido metade do exercício (ainda não retomei, estou a ganhar coragem). Das perguntas, a mais extraordinária é, sem sombra de dúvidas: «Gostas do teu nome?». É de uma candura que me aflige, numa senhora que teve 1,5% de votos nas últimas eleições. Laurinda não entende que o interesse em fazer entrevistas que são publicadas é conseguir receber respostas que interessem a quem compra a publicação e não aquelas tentativas de pseudo-psicologia inúteis.


arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar