A máfia da blogosfera
09
Jun 09
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 10:24link do post | comentar

A lei do financiamento dos partidos, a das malas cheias de dinheiro, a dos lucros nas campanhas eleitorais, a da vergonha de um regime foi vetada pelo Presidente da República depois de aprovada por unanimidade dos Partidos do Parlamento, consenso de que não fizeram parte dois deputados que não votaram favoravelmente, a saber: António José Seguro, que votou contra, e Matilde Sousa Franco, que se absteve. É sintomático do cancro de que sofre a nossa democracia o facto de uma lei daquelas passar no Parlamento. É sinal de esperança haver ainda pelo menos um homem, mais que isso, uma instituição, séria no nosso país que consegue olhar para além dos interesses partidários que vão matando o país aos poucos. É sinal de esperança ver um homem, e agora refiro-me ao homem, que consegue ficar alheio às pressões e consegue manter-se como a referência moral do regime. É sinal de esperança ver que ainda há sobreviventes. Hoje é um dia bom para a democracia.

Primeiro Aniversário: É já amanhã!

Caro Tiago
A Lei não foi aprovada por unanimidade. Houve dois deputados, entre eles o A. Seguro, que não a votaram favoravelmente.
A bem da verdade.
Um abraço
LNT a 10 de Junho de 2009 às 17:49

Sim, bem sei que o António José Seguro votou contra e a memória não deixa que me saia o que se absteve. Vou acrescentar ao post, tal como diz, a bem da verdade.

Fez bem, caro Tiago, embora mantenha lá que a Lei foi aprovada por unanimidade o que é um contracenso.
Quando muito por unanimidade dos Partidos, mas nunca por unanimidade do Parlamento.
Abraço
LNT a 10 de Junho de 2009 às 18:32

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar