A máfia da blogosfera
06
Ago 08
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 10:21link do post | comentar
«Os centros de emprego estão a anular a inscrição de desempregados e a cortar os seus subsídios porque não respondem à convocatória dos serviços, refere um relatório de uma equipa da Provedoria da Justiça.

A maioria dos beneficiários afectados diz que não recebeu a notificação dos centros de emprego. O Ministério do Trabalho não comentou este facto até ao fecho da edição.
(...)»

Em Portugal as prestações sociais são todas atribuídas de uma forma tão organizada que nem percebo como é que os estrangeiros não vêm cá tirar uns cursos de verão sobre a coisa. Até há uns tempos a discussão andava a volta do RSI, agora o fundo de desemprego. A verdade é que é tudo uma parvoíce. Existem imensas pessoas que recebem do fundo de desemprego sem sequer estarem desempregadas, pois têm empregos em actividades não declaradas que lhes permitem um belo rendimento mensal vindo directamente dos impostos de todos. Enquanto que estes recebem muitas vezes quase dois mil euros por mês, outros, por pura falha de organização, nem as cartas recebem para se irem apresentar ao centro de emprego. E é nisto que vai andando o Estado Social e também o Providência, os dois, ambos ferozes oponentes ao Estado Liberal e ao Estado Polícia por estes não serem justos. Incoerências.

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar