A máfia da blogosfera
13
Jun 08
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 13:06link do post | comentar
O problema fundamental da Economia é, como todos sabemos, o problema da escassez. Ao passo que as nossas necessidades são ilimitadas, os recursos para saciar as necessidades são limitados. Mas será que este problema apenas diz respeito à Economia?

O Homem, nos primórdios da sua existência como espécie, viveu num completo Estado de Natureza, semelhante ao de outros animais actualmente. Um dos grandes problemas da Filosofia é o "porquê" da transferência do Estado de Natureza para o Estado como o conhecemos actualmente. Houve uns senhores brilhantes que dissertaram longamente sobre o assunto. Eu, sendo menos brilhante, gostaria de falar um pouco sobre isso aqui.

In the beggining, o Homem vivia como um simples mamífero actual vive: buscando a sua subsistência. Ora, para subsistir, o Homem procurava recursos, que sendo escassos, eram procurados por outros homens e outras espécies. Criavam-se, então, conflitos de interesses entre os vários indivíduos envolvidos. Sendo detentor de um corpo fraco mas de um cérebro forte, o Homem teve necessidade de se organizar para poder subsistir (a cooperação para se poder competir - curiosamente é um belo princípio económico da actualidade). Mas nenhuma organização consegue vingar numa anarquia, então, criaram-se as primeiras autoridades, provavelmente os mais fortes ou os mais inteligentes, as quais geriam estas pequenas organizações. Isto trouxe tudo aquilo que o Homem precisava: possibilidade de subsistência através do consumo e através da protecção da sua "comunidade". Obviamente estas "comunidades" inicialmente nómadas, depois sedentárias, evoluíram e tornaram-se verdadeiras "sociedades" - os primeiros Estados.

Esta é a minha perspectiva sobre o assunto. A Filosofia Política devia ir mais vezes aos fundamentos económicos.

Caro Tiago, recomendo-lhe a leitura de "A origem da família da propriedade e do estado" de Engels.(para não assustar os seus amigos, posso emprestar-lhe um exemplar de capa forrada do tempo em que a malta forrava livros só cá por coisas...)Vai ver que nem sempre é apenas a escassez o problema fundamental. Algumas vezes, é mesmo a gestão da abundância que origina a "necessidade" de organizar a sociedade de uma forma mais musculada...
Al Kantara a 13 de Junho de 2008 às 15:14

certamente al kantara, mas o que eu estou aqui a falar é da necessidade inicial de criar sociedades, nos primórdios da existência humana, coisa que não existia certamente era abundância! Suponho eu, claro. Obviamente, com o desenvolver das sociedades a autoridade foi cada vez mais necessaria para gerir aquilo que se obtinha...

Se não for um calhamaço muito grande tentarei ler o livro.
Tiago Moreira Ramalho a 13 de Junho de 2008 às 19:14

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar