A máfia da blogosfera
06
Jul 08
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 19:05link do post | comentar
Como hoje estamos cheios de nada de novo, lembrei-me deste assunto no qual já dei por mim a pensar várias vezes.

Hoje em dia, o papel da blogosfera na decisão política é incontornável. Todos podem dizer que a importância é reduzida, mas é uma realidade. Alguns blogues de peso (o 31, o Corta-fitas, o Kontratempos, o Atlântico, o Abrupto, o Jumento, o Blasfémias ou o Arrastão, para dar alguns exemplos) são verdadeiras "bíblias" para algumas pessoas, cada um na sua área política, diga-se.
Estas pequenas páginas de baixo custo, com textos de dimensão reduzida (porque o tempo é escasso), mas muitas vezes ilucidativos, fazem lembrar aqueles jornais de revolução. Quem não ouviu já falar de jornais incisivos contra os regimes, como o L' Ami du Peuple do assassinado Marrat. Não me admira nada que um dia haja um verdadeiro negócio dos blogues, agora até já se avaliam on-line. Imagine-se daqui a uns anos os partidos a comprar blogues por aí de maneira a lavar o cérebro dos infiéis. É um cenário perfeitamente plausível se atendermos ao facto de o Belmiro ter o Público ou o Balsemão ter a SIC (e mais aquela trapalhada toda de antigas estrelas da imprensa).

We'll see...

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar