A máfia da blogosfera
07
Jul 08
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 22:49link do post | comentar

Não me tinha ainda pronunciado sobre a questão do PCP e da libertação de Ingrid Bettancourt por, na realidade, não ter verdadeiramente uma opinião e a quem não sabe o que dizer, mais vale estar calado. Depois de ter lido por aí umas coisas, acho que devo eu também escrever aqui o que penso.

Existem determinados partidos que, pela sua necessidade de ter "crédito" junto do eleitorado, preferem apresentar posições absurdas a assumir que afinal algo naquilo que eles dizem até pode estar menos certo. Isso é o que acontece com o PCP. Percebe-se. No entanto, uma coisa é falarmos sobre uma estrada, uma ponte ou um aeroporto, outra, completamente diferente, é falarmos de vida e de liberdade. Ingrid Bettancourt, juntamente com todos aqueles que estiveram e que ainda estão sequestrados, sofreu um atentado contra a sua liberdade e quase contra a sua vida e nenhuma corrente ideológica por melhor que seja pode justificar isto. O PCP vê nas FARC fiéis aliados e camaradas de luta e até partilha com eles a Quinta da Atalaia no mês de Setembro e isso não pode acontecer. Imaginemos o que seria se agora o PNR (não estou a fazer qualquer insinuação, apenas a dar um exemplo) decidisse apoiar um regime totalitário fascista num qualquer lugar desse mundo fora. Imaginemos o que seria aquele Parlamento. Imaginemos o que seria o Jerónimo e o Bernardino na rua a defender a ilegalização do partido por apoiar regimes que vão contra as liberdades individuais. Não é difícil imaginar pois não?

Defendo um país democrático e com liberdade de pensamento e de expressão. Condeno um país em que partidos com assento parlamentar apoiam organizações que vão contra esses ideais. Acho que já vai sendo tempo de alguém dar uma chapada diplomática ao PCP e fazer com que os seus dirigentes e militantes passem a demarcar-se daquilo que está para além do aceitável e deixem de defender o indefensável em nome de um ideal que não preconiza NADA daquilo que tem sido feito em seu nome...

Ainda mais: até o Fidel e o Saramago se pronunciaram contra... até eles!!

PARECE Q A LIBERTAÇÃO DOS REFENS NÃO FOI AQUELA "GESTA HERÓICA" QUE NOS QUISERAM ENFIAR NPO INICIO , A COISA FAZ LEMBRAR AQUELA LIBERTAÇÃO HEROICA DA SOLDADO AMERICANA FERIDA NO IRAQUE , DEPOIS FOI CONFIRMADO Q FOI UMA OPERAÇÃO FICTICIA E DE PEOPAGANDA , ATE PQ NESTE MOMENTO O URIBE ENFRENTA PROBLEMAS DE CORRUPÇÃO E MALGOVERNAÇÃO NO SEU (DELE) PAIS
Costa a 9 de Julho de 2008 às 00:29

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar