A máfia da blogosfera
20
Ago 08
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 13:38link do post | comentar
Diz-se de boca cheia que a República Portuguesa é um estado laico. Disparate! A verdade é que a igreja ainda tem uma influência em algumas regiões tão grande como no tempo do Cerejeira, principalmente nas regiões mais periféricas e nas pequenas aldeias em que o Senhor Padre manda mais que o Presidente da Junta. Apesar de estar instituído que na política portuguesa a igreja não deve intervir, ela fá-lo, sempre! E o pior é que vem sempre estragar o debate com os maiores disparates que se podem imaginar, desta vez, insurgem-se contra o divórcio por decisão unilateral, porque as pessoas devem ter a capacidade de "perdoar e de manter os compromissos, mesmo quando as condições mudam e exigem sacrifício (...)". Este tipo de declarações e o facto de a igreja se estar a colar a Cavaco só vêm descridibilizar o Presidente, que no seu comunicado não disse nada disto. Para ajudar às festividades, a percentagem de casamentos católicos em Portugal é cada vez menor, ou seja, o casamento é cada vez mais um contrato civil e não um contrato religioso, razão pela qual a nossa querida igreja devia abster-se de comentários infelizes. Aos senhores da igreja: tenham vergonha!

A Igreja perdeu a vergonha desde o primeiro concílio de Niceia em 325 DC. Seria estranho recuperá-la agora ao fim de quase 1700 anos...
Al Kantara a 20 de Agosto de 2008 às 23:22

É verdade Al Kantara, há coisas que nem com o tempo mudam!
Tiago Moreira Ramalho a 21 de Agosto de 2008 às 00:08

A Igreja tem muita influencia porque ainda há muitas pessoas que se apoiam na Igreja e nos dogmas da Igreja. A Igreja ainda exerce muita inflencia no povo.
Daniela Major a 21 de Agosto de 2008 às 14:09

A igreja tem mais poder do que se imagina. E, infelizmente, isso não vai mudar nos próximos tempos...
Pedro Morgado a 25 de Agosto de 2008 às 03:14

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar