A máfia da blogosfera
14
Jun 08
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 10:33link do post | comentar
Já vem um bocadinho fora de tempo, mas não tem mal. Começo a achar esta situação muito complicada. Em 2001 os Irlandeses chumbaram o Tratado de Nice, agora, com base em mentiras, chumbaram o Tratado de Lisboa. Muito francamente não tenho opinião formada sobre o Tratado, bem como, provavelmente, 90% da população portuguesa devido à subinformação acerca do assunto. Mas a questão que quero abordar não é a qualidade do Tratado, é a forma como estes referendos se fazem.

Toda a gente diz que devia ter havido referendo em Portugal, não discordo. Mas e se houvesse? Estou mesmo a imaginar:

PCP e BE - "Este Tratado vem contra os direitos dos trabalhadores e dos cidadãos!", "Porquê?", "A Luta continua! O povo está na rua!" - E ficaríamos esclarecidos

PS - "Este Tratado trará óptimas vantagens para Portugal, é necessário que votem sim!", "Porquê?", "Penso não ser altura para responder aos jornalistas..." - E a nossa sapiência aumentava imenso.

PSD e CDS - "Nós achamos que o governo está a governar mal! O governo tem de ser demitido por sua excelência e majestade, o Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva, que Deus o guarde", "Então e o Tratado?", "Isso é só uma forma de o engenheiro Sócrates ter uma carreira projectada para a Europa", "Mas concorda ou não?", "Agora temos de dar por finda a conferência porque o senhor Portas está a ficar pálido e a Dra. Manuela tem de ir tratar da neta"
E o discurso seria feito neste tom, a esquerda radical, radicalmente contra, o PS mortinho pelo sim e a direita ambígua. O não iria ganhar por causa da pseudo-informação esquerdista que iria transferir a votação, não para a decisão do Tratado, mas para uma forma de protesto contra o governo.

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar