A máfia da blogosfera
03
Ago 08
publicado por Tiago Moreira Ramalho, às 19:36link do post | comentar
Segui a sugestão do André Azevedo Alves e fui ao IEA. Naquele belo site encontrei uma coisa fantástica:
«Instead of putting immigrants to work and assimilating them to Sweden’s democratic values, they are placed in economically destitute suburbs. It is in these suburbs that immigrants begin hating freedom and start dreaming up ways to set cities ablaze.

In the neighbourhood praised by Le Figaro, Rinkeby, the unemployment rate is 60 percent. A similar Stockholm suburb is Tensta, where unemployment is in the high 50s. Tensta is currently the home of one of the Social Democratic Party’s most renowned immigrant personalities, yet she is set to move due to fear of the violence and Islamic extremism that has taken root in the community. And in a suburb of Malmo, a recent FOX News feature showed young immigrants throwing stones at an ambulance. Yet, for some reason, French journalists manage to claim that ‘the Swedish model of social integration does not appear to create much frustration’.»

Isto é um excerto de um artigo escrito por Johan Wennström (versão em .pdf), que suponho ser sueco, que revela alguns factos desconhecidos da generalidade das pessoas e que coloca o modelo sueco não muito longe da realidade que conhecemos por cá, em algumas áreas. Para dar alguns exemplos, o tempo entre a primeira consulta e uma operação chega a ser de mais de um ano, a taxa de desemprego real pode rondar os 20%, se a Suécia fosse um estado dos EUA seria o mais pobre de todos, as minorias são tratadas de forma priviligiada, ainda mais que cá. Leiam que vale a pena.

arquivo do blogue
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar